Mais 10 Filmes bem Rock ‘n Roll

Em 19 de abril, elaborei uma lista com 10 filmes que gosto muito relacionados a rock ‘n roll. Depois de sugestões e comentários de amigos cinéfilos e críticos, descobri outros ótimos exemplares que ou não tinha assistido ou esquecido e, bem, este é o momento de complementar aquela lista e compartilhá-la com vocês. E claro, com agradecimentos.
Os Reis do Iê Iê Iê (1964)

Na lista anterior, assumi envergonhado não ter assistido a nenhum dos filmes estrelados pelos Beatles. Corrigido este erro, o primeiro dos garotos de Liverpool é uma curiosidade divertida, um debochado olhar do agitado dia-a-dia da banda com destaque para o hilário “avô” de Paul McCartney interpretado por Wilfrid Brambell.

The Wonders – O Sonho não Acabou (1996)

Primeiro filme dirigido por Tom Hanks, a história de formação da banda “The One-ders”, que viria a ser conhecida por “The Wonders”, não tem grandes ambições narrativas, mas é um daqueles filmes que se assisti com um sorriso atravessado no rosto. Inspirado nos Beatles e tendo como figura central o jovem Tom Everett Scott – idêntico a Tom Hanks quando jovem -, o filme ainda conta com uma das músicas mais cantantes do cinema, o hit That Thing you Do!
Sugestão de Andrey Lehnemann do Click Filmes.

Gimme Shelter (1970)

Seria imperdoável não incluir os Rolling Stones pela segunda vez! Neste documentário sobre os eventos ocorridos no show gratuito realizado em Altamont em 69, após o sucesso esmagador do Woodstock, a popular banda revisita os trágicos eventos que culminaram no espancamento e morte provocados pelas ações irresponsáveis dos Hell’s Angels, informalmente, os responsáveis pela segurança do evento.

Shine a Light (2008)

Sem violência, mas musicalmente intenso, o documentário dirigido por Martin Scorsese é um deleite para quem ama os Rolling Stones. No show de Nova York, é traçado um olhar simpático e divertido dos membros da banda e o vigor de, beirando os 70 anos, continuar empolgando fãs com clássicos como (I can’t get no) Satisfaction, Connection, She was Hot, Sympathy for the Devil e mais.

O Último Concerto de Rock (1978)

Shine a Light não seria a primeira experiência de Scorsese em documentar um show de rock. Nesta emocionante despedida do grupo “The Band”, liderado por Robbie Robertson, acompanhamos a última valsa com as ilustres presenças de Bob Dylan, Neil Young, Joni Mitchell, Neil Diamond, Eric Clapton e outros nomes do rock. Para juntar tanta gente assim, só sendo muito bom… e é!
Sugestão de Mateus Nagime d’O Raio Verde

George Harrison: Living in the Material World (2011)

Para encerrar a “trilogia” rock ‘n roll de Scorsese, o cineasta elaborou um riquíssimo documentário sobre a vida e carreira de George Harrison. Com uma farta pesquisa histórica e documental, imagens de arquivos e depoimentos, o filme traça um panorama completo do músico desde os tempos de Beatles à carreira solo, seu envolvimento com a doutrina espiritualista hindu, com o cinema e muito, muito mais. Imperdível.

A Festa nunca Termina (2002)

Tony Wilson foi um dos nomes mais importantes do rock ‘n roll na cidade de Manchester onde fundou a Factory Records, a gravadora de bandas como Joy Division (na lista anterior incluímos a biografia de seu vocalista, Control), James and the Happy Mondays e outros. Com a abordagem documental do bom diretor Michael Winterbottom e a atuação cínica e comprometida de Steve Coogan, este é um mergulho histórico fascinante e esclarecedor de meados da década de 70.

Sid & Nancy (1986)

No twitter eu brinquei que esta é a oportunidade de assistir a Gary Oldman interpretando Johnny Depp. Brincadeiras de lado, o ator tem uma atuação irrepreensível como Sid Vicious, o autodestrutivo baixista do Sex Pistols, enfocando o vício em heroína e o envolvimento com a groupie Nancy. Afora a atuação irritante de Chloe Webb, a imundice narrativa poeticamente ilustra a decadência física provocada pelas drogas e rock ‘n roll.
Sugestão de João Marcos Flores do Pipoca dos Outros

Johnny & June (2005)

Por falar em casais, esta história de redenção e música tem um final mais feliz e inspirador. Conhecido músico country, porém movido pelo espírito do rock (basta observar a presença de Elvis Presley, Roy Orbinson e Jerry Lee Lewis), Johnny Cash foi um sucesso meteórico cuja carreira quase fora por água abaixo graças ao vício. Mas, no seu caminho havia a angelical June Carter que, com amizade e amor, resgatou o cantor. Um belo romance que, apesar de ser clichê, tem duas interpretações excelentes: a vencedora do Oscar Reese Witherspoon e Joaquin Phoenix.

The Wall (1982)

Se você buscar uma experiência alucinógena em película, assista a esta viagem do diretor Alan Parker. Estabelecido como um videoclipe de 95 minutos, o filme é inspirado na vida do vocalista Syd Barrett (substituído por David Gilmour no Pink Floyd), cujo uso constante de LSD o levou à ruína psicológica, o que explica a abordagem estilística da narrativa. Goste ou não, esta é inegavelmente uma experiência ímpar, obviamente orquestrada pelas músicas daquela fascinante banda.
Sugestão de Andrey Lehnemann do Click Filmes

Próximo

Os Louros e os Podres de Ridley Scott

Aos 75 anos, o inglês Ridley Scott é um dos nomes mais poderosos do cinema. Para alguns ambicioso e ousado, para outros presunçoso e arrogante, o cineasta lança esta sexta o ... Read more

Anterior

As Melhores e Piores Estreias de Cantoras no Cinema

Rihanna debuta nas telonas na sexta com a versão aquática de Independence Day povoada pelos robôs de Transformers, na adaptação do jogo batalha naval Battleship: Batalha dos Marés. Vamos agora lembrar ... Read more

5 Comments on “Mais 10 Filmes bem Rock ‘n Roll”

  1. Não me lembro se consta na lista anterior, mas dos documentários do Scorsese, caberia No Direction Home, não?! Na verdade, O Último Concerto de rock não é sua primeira experiência em filmagens de show. Embora não creditado, ele fez parte das filmagens do famoso documentário Woodstock! Dos que vi da lista, o meu favorito é, de longe, The Wall!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *